O Potencial de Fazer – A Mudança Começa em Mim

Quando mais jovem estudei eletrônica e no curso ensinaram sobre eletricidade, energia e conceitos de física. Um destes princípios tratava da energia potencial. Esta é uma energia que está armazenada, ainda não foi usada e, ao interagir com a gravidade, produzirá uma certa quantidade de energia.

Por exemplo, um tijolo esquecido bem na beirada do segundo andar de um prédio em construção, possui energia potencial. Quando alguém, por descuido, esbarrar nele, este iniciará sua queda e toda sua energia potencial acontecerá. Certamente cairá no chão e vai se espatifar todo ou causar um acidente.

Este conceito tem muito a ver com a fé, pois algo que não existe pode ser chamado à existência e toda sua “energia potencial” acontece, ou a realização da mesma torna-se possível.

É muito comum ouvirmos alguém dizer assim:

— No passado tive a oportunidade de comprar este imóvel bem baratinho, hoje vale uma fortuna. Se eu tivesse comprado teria me dado bem!

— Sempre quis estudar tal área, mas nunca deu certo de começar, hoje é a área que paga os maiores salários!

Mais do que isto, alguns chegam a agir com medo ao invés de fé, e apesar de obterem algo, tem medo de perdê-lo ou de que algo ruim lhes sobrevenha. Tanto a fé quanto o medo possuem capacidade de atração. A fé é crer que o que não vemos irá acontecer, enquanto medo é acreditar que o que não está ocorrendo nos sobrevirá.

Um casal tem o potencial dado por Deus de se relacionar bem, pois o casamento é uma dádiva de Deus. Entretanto, se ficarem só de sarcasmo, amargura, ressentimento e rancor um com o outro. Um fizer algo desagradável e o outro retornar com algo ruim, acontecerá o chamado círculo vicioso, e o medo de um mal relacionamento se concretizará.

Porém, ao perceberem que podem agir diferente, se mudarem suas atitudes um para com o outro e agirem de maneira amável, e o outro demonstrar mais amor, se manifestará o círculo virtuoso, e a fé de que é possível um bom casamento torna-se realidade.

Dias destes veio em casa um rapaz para me ajudar a carregar duas caixas bem pesadas. Pois bem, ao entrar ele demonstrou medo às duas cachorras que temos, que raramente mordem alguém. Seu medo de ser mordido por elas fez com que elas avançassem nele, a tal ponto que tive que deixá-lo para fora e carregar as caixas sem a sua ajuda.

Quando não investimos bem nosso tempo e talento, nosso potencial não se desenvolve. Ficamos só falando e nunca colocamos nossa fé em movimento para alcançar o potencial que Deus colocou em nós.

Muitos de nós ficamos nos lamentando de não ter recursos e dinheiro suficiente para abrir um novo negócio ou mesmo meios de iniciá-lo. Outros, entretanto, começam aonde estão e com o que tem ao alcance das mãos.

Todos os casos de sucesso no mundo e na bíblia são assim. Eliseu só tinha um punhado de sal, Moisés apenas uma vara, Davi uma pedrinha, Abraão uma palavra de direção e José um sonho. O interessante é que sempre ocorre assim nos momentos de maior dificuldade.

A diferença entre todos eles não era o que tinham na mão mas o que tinham no coração e não se deixaram limitar pelo que viam, mas usaram todo seu potencial dado por Deus e fizeram algo extraordinário.

Creio que chegou o momento de você também fazer algo extraordinário.

PARA EXERCITAR

  • Tenho usado todo o meu potencial?
  • O que posso fazer para colocar em prática o que Deus tem para mim?

Assista os demais vídeos desta série, clique aqui!

Share this article

Comments

  • Samir
    4 de abril de 2016

    Texto corretíssimo. Na maioria das vezes, nosso potencial fica guardado, e não utilizamos tudo o que Deus já nos deu. Parbéns ao escritor pela meditação.

  • João Mendes
    4 de abril de 2016

    Muito bem colocado tudo o que você escreveu neste seu artigo.
    Aqui lhe deixo o meu abraço fraterno e o meu muito obrigado…
    J. Mendes

  • 4 de abril de 2016

    Somos assim mesmo, gostamos é de uma muleta. Se Deus cura e tira a muleta não temos mais onde apoiar nossas desculpas.

  • 4 de abril de 2016

    Gostei !

  • Eliene Souza Reis
    8 de abril de 2016

    Temos que estar totalmente disponíveis para que Deus nos use como instrumentos onde lhe aprover

  • Airton
    2 de junho de 2016

    Pastor Luis:

    O verso em destaque aponta o caminho para se obter o êxito: fé e santo temor a Deus. Ação e aprovação do Pai. Apenas um ingrediente não leva à realização plena. Os dois são indispensáveis à vida. Digna de nota é a visão que Noé teve das “Coisas que ainda não se viam”. Quem deseja desenvolver seu potencial precisa, não só ver, senão antever as coisas.

  • Andréa Padilha
    31 de maio de 2017

    Texto maravilhoso e instrutivo, vou lembrar de usá lo para exercitar minha fé.

Deixe Seu Comentário