Prossigo para o alvo

Filipenses 3:12 Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.
13 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,
14 Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Introdução

O Tema do ano na IBNC é: Prossigo para o alvo – o qual é citado neste versículo.

Como vemos a vida assim vivemos. Pela ótica que temos da vida assim nos comportamos.

Na passagem deste ano estávamos aqui na igreja à meia-noite e dobramos nossos joelhos para consagrar este novo ano.

Haviam duas caixas colocadas no púlpito:

  1. Mar do Esquecimento – lembranças do passado
  2. Terra a ser conquistada – expectativas do futuro

O que estes papéis colocados nas caixas significou para você?

Paulo olhava este ato com certo significado, conforme vamos ver hoje.

Uma pessoa espiritual deve olhar a vida da mesma maneira como Paulo descreve nestes versos lidos.

Alguns itens são revelados por ele.

1.    A sua mente deve estar focada no objetivo

Muitas pessoas estabelecem metas, mas poucas chegam a estabelecer um objetivo de vida.

Metas estão relacionadas com áreas específicas da vida: carreira, finanças, família, aposentadoria e outros aspectos importantes.

Objetivo de vida, porém, estabelece direção para a vida inteira.

Seu objetivo de vida é o que determina o panorama maior, a abordagem geral que você adota em sua vida.

As pessoas vivem uma grande crise. Crise de valores, crise de identidade, crise financeira, crise nos sentimentos, crises…

Vivem também a crise da falta de objetivo definido para a vida. Difícil é constatar, e pior é aceitar, que mais de 90% das pessoas não têm um objetivo definido para sua vida. Não sabem o que querem, não sabem porque querem e também não sabem como chegar, quando pensam que têm um objetivo.

Li, noutro dia, que a maior tragédia do ser humano não é conseguir o seu objetivo; a maior tragédia é não ter nenhum objetivo para conseguir.

Muitas pessoas vivem a vida inteira assim, sem saber o que querem. Esta situação tem se acentuado nos últimos tempos. Basta perguntar aos nossos jovens o que pretendem e a esmagadora maioria não sabe responder com exatidão onde querem chegar.

Já foi dito por alguém que “não existem ventos favoráveis para o barco que não tem um destino”. O mesmo podemos dizer com referência aos seres humanos.

Muitos olham o objetivo mas não iniciam, e portanto ficam cheios de vontade, mas nada acontece – estão presos na situação atual e tem medo da mudança, de se desapegar ao que possui.

Outros iniciam muitas atividades mas não concluem – perdem o objetivo de vista – falta de foco.

Muitos manuais de administração e cursos caríssimos de desenvolvimento pessoal dizem que devemos ter foco para obter o sucesso.

Aqui no versículo 12 o apóstolo Paulo fala exatamente isto, sem ter que fazer curso algum – definir um objetivo e colocar o foco no alvo.

Ter um objetivo de vida tem ao menos 4 benefícios:

  1. Reduz a frustração simplificando a tomada de decisão.
  2. Aumenta a motivação.
  3. Permite a concentração.
  4. Atrai a cooperação.

2.    Persiga o seu objetivo

No verso 14 ele diz que continua buscando, pois ainda não alcançou. A palavra utilizada aqui significa perseguir, agilizar com diligência.

Existe uma síndrome chamada de “já cheguei”. A pessoa coloca um alvo próximo e quando atinge o alvo pensa que já chegou lá e relaxa. Algumas vezes chega a perder até o que já conquistou.

Isto ocorre com muitos casais que chegam até os pastores e dizem “não sinto mais nada por ele/ela”.

Enquanto o correto seria ampliar o alvo, neste exemplo “vou surpreender ele/ela a cada dia com uma demonstração de amor”.

Paulo se compara a um atleta. Então vamos pensar nisto um pouco.

Um atleta quando está treinando corrida de 100 metros, por exemplo. É uma corrida de explosão, tem que dar todas suas forças no início e continuar acelerando até passar a faixa de chegada, não pode esmorecer.

Agora pense o seguinte: um atleta destes consegue bater o recorde mundial durante os treinos e então diz a si mesmo “Pronto! Cheguei lá, sou o campeão, basta ir lá no dia e correr, eu consegui”.

Amados, o que irá ocorrer com ele no dia da corrida? Vai perder bonito e ficar se perguntando o que foi que deu errado, pois já havia batido o recorde mundial.

Na verdade, um atleta quando consegue isto, ele continua seus treinos ainda mais forte, para chegar no dia e conseguir uma marca ainda melhor, pois quem sabe alguém já não fez isto nos treinos também e ele no máximo empata?

Alvo: não é bater o recorde mundial, mas superar-se continuamente.

Muitos quando aceitam Jesus, pensam assim “tô salvo! Agora deixa rolar”. Não buscam o batismo com o espirito santo, ou já esqueceram como é isto. Oravam com poder, mas agora apenas balbuciam uma oração durante as refeições, isto quando oram.

Jesus nos coloca o alvo da santificação, que é uma vida diária na presença Dele com a promessa de falar conosco, revelar coisas que a ninguém foi falado.

Alvo: salvação ou vida de acordo com o plano divino?

A salvação é dada pelo perdão dos pecados, pelo infinito amor de Deus, com a finalidade de levarmos a Palavra.

Paulo empregava todas as suas forças nisto e por isto chegou lá.

Quanta vontade você tem colocado nisto?

3.    Concentre-se no objetivo

Paulo tinha um método revelado no verso 13 “uma coisa faço…”.

Ele estava determinado a que nada o impedisse de atingir o alvo. Ficou concentrado no alvo.

Mas como é que nós agimos?

Pedro era audacioso, como muitos de nós, e ao ver Jesus andando sobre as águas quis ir até Ele. Como pela fé tudo é possível, ele andou, mas seus olhos saíram do alvo que era Jesus e olhou para os lados, dificuldades, situações da vida.

Muitos estabelecem objetivos na vida, querem se santificar, mas a vida natural lhe atrai e distrai.

Um tempo de oração e busca? Puxa, meus amigos me chamaram para bater um papo e tomar uma cervejinha.

Ler a bíblia? Preciso dar uma olhadinha no facebook e no twitter. Os jovens hoje tem mais tempo para as chamadas mídias sociais do que para Jesus.

Repassar as ações do dia e colocar diante de Deus em oração? O que pastor? Nem sei o que é isto! Mas se soubesse, podia comer uma pizza e resolvia o problema depois.

Quando aqueles pedidos subiram ao céu no inicio deste ano, tivemos que olhar para cima para vê-los.

Nossos alvos só podem ser vistos ao olharmos para cima através da oração.

Hoje Jesus quer colocar seus olhos no objetivo certo e transformar a tua vida.

4.    Esqueça o passado

Ainda no verso 13 Paulo revela outra parte do seu método quando diz que esquece das coisas do passado.

O tipo do esquecimento que ele se refere é aquele que se parece com o desprezo deliberado à lembrança dos problemas e mesmo vitórias passadas.

Aqui é importante falarmos sobre perspectivas.

Toda pessoa tem uma perspectiva de vida. Alguns uma perspectiva maior outras mais restrita. Outras a limitam pela cultura.

Pela idade a perspectiva muda.

Quem aqui não tem uma Lembranças da infância? – um jardim parecia imenso, uma floresta, uma aventura – estes dias passei por lá para lembrar como era. Quando olhei hoje me pareceu pequeno, uns 10x5m somente. Minha perspectiva de vida mudou.

Qual a perspectiva de Juniores, jovens, adultos, solteiros, noivos, casados

Nossa perspectiva é formada por pelo menos 3 aspectos:

  1. Lembranças do passado
  2. Percepção do presente
  3. Expectativa do futuro

Criança – não tem muita noção do passado, ela tem o presente e uma grande expectativa do futuro

Idoso – muitas lembranças do passado, um presente menor e uma expectativa não muito grande para o futuro. Para Moisés foi diferente, pois Deus tinha um propósito com ele, iniciou aos 80 anos.

Quem está no meio – tem um bom legado de lembranças, presente promissor, está cheio de vigor e força e tem uma série de expectativas para o futuro.

Juniores – já não é mais criança, está numa nova fase da vida, muitas novidades.

Adolescentes – ser um jovem, participar das suas atividades.

Jovens – grande expectativa de serem adultos. Casarem-se e manterem a família.

Porém, as lembranças podem ser distorcidas. Mas lembranças de pecado devem ser apagadas.

Isaias 43:18,19 “Não vos lembreis das coisas passadas, nem recordeis as antigas. Eis que estou a fazer coisa nova na face da terra” – Deus retira algumas lembranças passadas para que possamos ajustar / readaptar a nossa vida.

Outros tem lembranças e percepções boas do passado, 2 Pe 1:15 “Quando eu falecer, com muito empenho, diligentemente, guardai / lembrai aquilo que vos ensinei” – o que receberam como instrução de Deus deve ser lembrado, não pode ser esquecido.

Salmo 106:7 “Nossos pais não entenderam as tuas maravilhas no Egito; não se lembraram da multidão das tuas misericórdias; antes o provocaram no mar, sim no Mar Vermelho.”

O povo esqueceu-se do amor de Deus e pecou – foi sempre assim com Israel.

Quantas pessoas se esquecem:

  • de quem lhes fez o bem
  • do que Deus lhes fez
  • da situação em que estavam e como Deus restaurou seu viver

Mas não se esquecem do mal que lhe fizeram.

Pois se acostumaram com a nova situação.

Nós temos uma perspectiva de vida e como vemos esta vida ela será vivida.

Esta ótica vai afetar estes 3 pontos:

  1. Lembranças do passado
  2. Percepção do presente
  3. Expectativa do futuro

 

Qual a ótica pelo qual você enxerga a vida?

  • Do bem recebido, ou
  • Do mal recebido.
  • Dos problemas, ou
  • Da solução – do alvo.

O fato é que se ficarmos lembrando dos problemas nós iremos nos atrasar e algumas vezes até criar outros problemas.

Estes dias assistia aquele campeonato mundial de atletismo e observei que na corrida de 100m quem estava na frente dava umas olhadas para trás para ver se o segundo colocado estava perto. Nisto ele perdia toda a sua postura e velocidade, e acabou chegando em primeiro, mas não bateu o recorde.

Quando lembramos dos problemas do passado nossa caminhada fica lenta.

É por isto que colocamos naquela caixa chamada “mar do esquecimento” tudo que queríamos esquecer e queimamos.

Mas não basta queimar o papel, tem que queimar no coração / apagar.

Hoje o Senhor Jesus quer apagar do teu coração tudo que te atrapalha na caminhada para prosseguir ao alvo.

Mas não são só problemas que geram atrasos na caminhada para o alvo.

As vitórias podem produzir algo semelhante conosco. É isto mesmo!

Quando atingimos um ponto em nossa vida podemos entrar naquela síndrome do “já cheguei” e simplesmente paramos.

Já sou formado

Já fui aprovado

Já fui promovido

Já consegui o emprego

Já noivei

Já casei

Já tive filhos

É o passado que nos prende.

Com isto você pode entender aquele versículo que diz “o Senhor renova as suas bênçãos a cada manhã”.

Isto quer dizer que a cada dia tem algo novo, bom, fresquinho, que ninguém conhece ainda, que você não viveu ainda.

E é só para você, basta deixar os antigos problemas e vitórias na presença de Deus e prosseguir para o alvo.

5.    Olhe o que está à sua frente

O método de Paulo era também olhar para a frente, vendo a linha de chegada.

Um corredor quando vê à sua frente a faixa de chegada faz ele correr ainda mais, usa as energias que tinha armazenado.

Vocês viram a São Silvestre deste ano? Teve um momento próximo da chegada em que o primeiro colocado já muito à frente deu uma puxada tal que não tinha mais como alguém alcança-lo, usou todas as suas reservas.

O que está adiante de você? Pastor, nem sei!

Mas você não deve desistir, pois este é o tempo determinado por Deus para a restauração do seu povo ao alvo determinado por Ele.

6.    Nossa vontade é o segredo para a restauração

Estamos sendo treinados pelo Senhor para sermos guerreiros espirituais fortes e maduros.

Exercer o pleno poder da nossa vontade para derrotar Satanás, assumir o controle, agir com a autoridade de Cristo e levar o evangelho a quem precisa.

Muitos cristãos continuam esperando que Deus os livre dos seus maus hábitos, elimine determinadas fortalezas que ocupam sua mente (temor, amargura, ira, lembranças, etc) e resolva problemas físicos, de saúde, financeiros e familiares.

Não percebem como Satanás tem atacado sua vontade e desistem.

Deus nos deu a capacidade de colocar em prática o poder de nossa vontade para agir com fé e destruir as fortalezas de Satanás em nossas vidas, em nossa família, em nosso trabalho, ministério, comunidade, cidade, nação e mundo.

A vontade humana é uma força poderosa que determina o curso da sua vida.

Você é responsável pelas suas atitudes, tem poder sobre sua vontade. Tem o LIVRE ARBÍTRIO para escolher o próprio destino.

A vida ou a morte

A vitória ou a derrota

Vida plena ou vida medíocre

Atingir o objetivo ou desistir

Vida saudável ou passar pela vida

Cada minuto que passa sem você exercer a vontade é tempo perdido.

A fé é um fato, mas também é um ato.

Para obter os efeitos da fé temos que AGIR e para isto precisamos EXERCITAR A NOSSA VONTADE.

Deus age tanto no querer quanto no realizar, portanto faça aquilo que Deus coloca no teu coração.

Você está disposto a receber este tipo de restauração para prosseguir ao alvo? A escolha é sua.

Restauração em grego é “apokatastasis” que significa: colocar em ordem, devolver à posição inicial, levar a um estado saudável, tornar como novo.

A escolha de tornar tudo novo é sua!

Conclusão

Você não pode desistir, pois este é o tempo determinado por Deus para a restauração do seu povo.

Entre em um novo território espiritual, numa nova vida espiritual. Saia do comodismo que te impede de conquistar o que deseja, largue o passado, sejam vitórias ou problemas.

O Senhor te chama para uma vida com um nível maior de maturidade, sabedoria, compreensão, perfeição e poder!

Você conseguiu, este é o tempo de restauração para você!

Abra mão do sofrimento, do rancor, da atitude crítica e do temor de antigas experiências. Quebre as correntes do passado.

Paulo era alguém que poderia ter ficado preso ao passado, pois tinha consentido na morte de Estevão. Perseguiu cristãos, os apóstolos não acreditavam nele. Sofreu naufrágio, prisão, açoites, ficou sem casa (abrigo), sem roupas, com fome. Além disto, ele era legalista, e a lei diz “matou tem que morrer”.

Todos estes fracassos na vida de Paulo poderiam tê-lo mantido preso a pesadas cadeias, impedindo de fazer a obra, de viver simplesmente.

Conheço cristãos que se passarem por algo assim entram em tremendo sofrimento e começam a culpar a Deus. Outro tanto simplesmente sai da igreja e deixam de seguir a Jesus. Outros entram numa depressão profunda e precisam de tratamento.

Mas a mente de Paulo estava transformada e ele foi além do que sua força ou entendimento permitiam. Ele próprio agia como diz em Romanos 12:1,2 – “renovou a mente”.

Paulo é um milagre da transformação da maneira de pensar, de mentalidade.

Após isto ele passa a viver diferente – se reeducou.

Decidiu não alimentar amarguras e nem ressentimentos pelos sofrimentos. E nos aconselhou a fazer o mesmo.

O que você decidiu para sua vida? Vai seguir o conselho de Paulo?

Não se deixe vencer pelos combates que tiver que enfrentar. Encare-os, como Jesus fez!

Satanás tentou de tudo para que até mesmo Jesus não cumprisse sua missão, mas Ele perseverou olhando somente para o alvo, sem olhar para trás.

Share this article

Deixe Seu Comentário