Salmo 2

1 Por que se amotinam os gentios, e os povos imaginam coisas vãs? 2 Os reis da terra se levantam e os governos consultam juntamente contra o SENHOR e contra o seu ungido, dizendo: 3 Rompamos as suas ataduras, e sacudamos de nós as suas cordas. 4 Aquele que habita nos céus se rirá; o Senhor zombará deles. 5 Então lhes falará na sua ira, e no seu furor os turbará. 6 Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião. 7 Proclamarei o decreto: o SENHOR me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei. 8 Pede-me, e eu te darei os gentios por herança, e os fins da terra por tua possessão. 9 Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçarás como a um vaso de oleiro. 10 Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos instruir, juízes da terra. 11 Servi ao SENHOR com temor, e alegrai-vos com tremor. 12 Beijai o Filho, para que se não ire, e pereçais no caminho, quando em breve se acender a sua ira; bem-aventurados todos aqueles que nele confiam. 

Podemos interpretar este salmo de maneira literal e alegórica.

Literalmente é claro que Davi se refere a si mesmo e às lutas que tem passado ao estabelecer o seu reinado, mas seria muito exagerado. Entretanto, ao olharmos de outra forma, é claro que se trata do Reino de Cristo, e toda a luta espiritual e física para que este seja implantado na terra.

 

 

No verso 1 podemos entender modernamente como os povos em geral não desejam a autoridade do Senhor Jesus, inclusive gerando novas e vãs filosofias, aos quais muitos seguem, sendo enganados por homens.

Desejam romper ataduras e cordas. Isto se refere claramente à forte mudança de valores que estes têm imprimido na sociedade moderna, que através dos meios de comunicação produzem veloz mudança de conceitos e valores.

 

Basta ver a família, que cada vez mais é colocada em plano inferior, enquanto as dificuldades da sociedade só fazem crescer. É sabido que a família é a célula básica da sociedade, e que famílias fortes significa sociedade forte.

Isto não abala a Deus e nem os seus planos, chega a dizer que Deus ri disto tudo, quer dizer, esta tentativa humana de diminuir a divindade ou frustrá-la é infrutífera. Diz que é esperada a destruição destes sistemas de erro e opressão.

Além disto, o Messias que era esperado apenas para aqueles escolhidos por Deus, agora é convidado a estender o seu Reino pelos gentios também. Ora, se esperava um Deus furioso com a sua criação por se rebelarem contra ele, entretanto, ao invés de encolher a sua mão, Ele a estende a quem não esperava seu amor, os gentios. Observe que no salmo 1 é definido quem é gentio e quem é justo.

Conclama reis e os juízes da terra, ou seja, a liderança mundial e aqueles que dizem o que é certo e errado, pede-lhes prudência e não decisões intempestivas, enquanto aos juízes diz-lhe para se instruírem. É sabido que o conhecimento aclara o raciocínio, permitindo então analisar melhor a situação e decidir corretamente. Ou seja, a relatividade e o humanismo não produzem o resultado desejado, pois ao contrário do que parece, não esclarece e nem “abre a mente”, mas a embota e produz decisões errôneas e extremadas.

Resumindo: nada é mais irracional do que a irreligião.

Mas àqueles que Nele confiam são bem aventurados e herdarão a vida eterna em Cristo Jesus.

Share this article

Deixe Seu Comentário