Tolerância

intolerancia.jpg

Hebreus 13:6-9
6 E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei O que me possa fazer o homem.

7 Lembrai-vos dos vossos guias, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver.

8 Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.

9 Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram.

· Introdução

· A palavra fala de imitarmos nossos guias

· Nossa Cultura

· Nossa sociedade pagã celebra o valor Tolerância

· E pelo relativismo não há absolutos

· O pluralismo declara que todo mundo tem direito a ter e agir segundo suas próprias conclusões sobre a vida

· Conseqüência: temos que ser tolerantes com as idéias dos outros sobre a vida e forma como expressam isto

· O oposto disto é o fanatismo

· Nossa sociedade não aceita afirmações sobre certo e errado

· Não aceitam quando se diz que determinada conduta não é certa, mas até pecaminosa

· Para ser moderno é preciso ser tolerante

· Cristãos Autênticos

· As únicas pessoas que a cultura não tolera são os cristãos

· Somos alvos de difamação e piada

· Tudo por que rejeitamos o princípio fundamental da cultura atual – a Tolerância

· Cristãos autênticos não toleram o pecado ou um sistema falso de dogmas – estamos fora de sintonia com o deus deste século

· Infelizmente muitos cristãos têm sido influenciados por este ponto de vista

· O que fazer ?

· Precisamos voltar nossa fé totalmente para Deus

· Crer que Ele é verdadeiro e tudo o que diz é verdade absoluta

· Ele é o padrão do certo e do errado

· Quando aceitamos isto automaticamente projetamos a justa intolerância ao pecado e a tudo que contradiga a verdade divina

· Muitos tentam se “misturar” ao povo, aceitando o valores da cultura atual

· Como mostrar ao mundo que somos diferentes ? Com o que ?

· Daniel estudou por 3 anos para poder entrar no serviço de Nabucodonosor

· Recebeu um nome babilônico:

Daniel –Meu juiz é Deus
Beltessazar – Bel “um deus babilônico” protege a sua vida
· Para que pudesse abraçar a nova sociedade

· “Resolveu Daniel firmemente não se contaminar com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar” (Daniel 1:8)

· capacitados por Deus foram muito superiores aos magos da época

· viveu uma vida pura em meio a um ambiente corrupto. A soberania de Deus sobre os assuntos dos homens em todas as épocas.

· Devemos olhar para Deus e sua lei, crer na sua existência e presença.

· Precisamos ler mais a palavra e viver através desta, crendo

· As promessas de Deus são para a tua vida.

Share this article

Comments

    Deixe Seu Comentário